Pular para conteúdo
24.3.08

O discípulo amado

Vejamos João cap. 19:

19:25 Perto da cruz estavam a mãe de Jesus, a irmã dela, Maria, mulher de Clopas, e Maria Madalena.

- Em outros envangelhos do Novo Testamento [NT] temos sempre uma lista de mulheres a observar Jesus na cruz, se um discípulo (homem) estivesse ali, com certeza teria sido preso imediatamente.

19:26 Vendo Jesus sua mãe, e perto dela o discípulo amado, disse: Mulher, eis o teu filho.

- Pela lista em 19:25, o discípulo amado precisa ser (1) uma mulher e (2) ou Maria, mulher de Clopas, ou Maria Madalena.

19:27 Depois disse ao discípulo: Eis a tua mãe. E a partir dessa hora, o discípulo a recebeu em sua casa.

- Após essa hora, o discípulo passou a receber Maria em sua casa... Ora, Maria mulher de Clopas já era irmã de Maria a mãe de Jesus e por certo já a recebia em sua casa. Portanto aqui é preciso que se determine Maria Madalena como o discípulo amado.

*

Muitos analistas ortodoxos da Bíblia tentam a todo custo explicar o inexplicável dizendo que, de alguma forma, o discípulo amado é João, quem escreveu o evangelho, e, de alguma forma, ele estava lá perto de Jesus na crucificação, rodeado de soldados romanos, sem ser molestado, enquanto outros discípulos (que eram todos bem conhecidos) eram caçados pelas ruas da cidade e precisaram fugir.

Ora, em sendo Maria Madalena o discípulo amado, ela também é o autor do Evangelho de João (João 21:24).

Isso faz sentido?

Acredito que sim, o fato de Jesus aparecer "ressuscitado" primeiro para Madalena demonstra que ela era um de seus discípulos mais considerados (porque não dizer também, amado). Sabe-se também que a pregação de Madalena acerca da "ressurreição" de Jesus foi um dos fatos mais importantes para a manutenção do cristianismo primitivo.

Significa que quiseram diminuir a importância de Madalena ao ocultar seu nome?

Não, quiseram sim fazer com que o seu evangelho fosse lido, se tivessem revelado abertamente que era o evangelho de uma mulher, QUASE NINGUÉM o iria considerar na época.

Significa que Jesus era casado com Madalena?

É uma hipótese MUITO improvável, que os "heterodoxos" levantaram como forma de trazer mais atenção da mídia para suas teorias (e ganhar mais dinheiro com seus livros e documentários "bombásticos").

Significa que outros apóstolos a invejavam?

Por certo que sim, nos evangelhos gnósticos é dito claramente que Pedro não se sentia bem com o fato de Madalena ser tão próxima a Jesus, e por certo que o preconceito da época permeava MESMO a Pedro.

Significa que Madalena era o discípulo mais espiritualizado de Jesus?

O fato de ele ter se mostrado "ressuscitado" primeiro para ela deve responder isso por si só.

Significa que uma ex-prostituta era o discípulo de moral mais elevada?

Não sei, hoje em dia muitos sequer consideram que era tenha sido mesmo prostituta, mas mesmo que tenha sido, se Paulo fora assassino e se converteu, o que é a prostituição perto do ato de lapidar pessoas?


Marcadores: , ,

8 comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Não poderia ser Maria Madalena porque logo adiante, no capítulo 20 versículo 2, Maria madalena quando viu a pedra removida, correi e foi dizer a Simão Pedro e ao "outro discípulo a quem jesus amava" ... Em seguida, co versículo 3, Pedro saiu com o tal discípulo e foi ao sepulcro.
Eu acho que o tal "discípulo amado" era filho de jesus. Existem várias razões pra se pressupor isso. 1) Não o abandonou no momento da prisão... 2) Era conhecido de Caifás e teve permissão pra entrar no pátio da casa do sumo sacerdote e lá ficar e acompanhar o inquérito, etc. Se não tivesse um grau de parentesco MUITO próximo, não teria tido permissão dos guardas pra ficar junto a cruz. Aliás, sequer se atreveria a correr o risco de ser preso.
Outro detalhe importantíssimo é o fato de alguém reclinar a cabeça sobre o peito de jesus na santa ceia. Ora... mesmo naquela época, macho não reclinava a cabeça em peito de outro macho. Ou seja... era um amor muito próximo ao de pai e filho.
Abraço
Mauro
mauroh@msn.com

8/10/08 14:18  
Blogger raph disse...

Lembrando que comentários com ofensas e xingamentos serão sempre deletados.

13/12/10 11:17  
Anonymous Anônimo disse...

A MEU FILHOOO VAIO SE CONVERTE VAI APRENDER A LER A BIBLIA!! O MACHO NAO ENCOSTAVA A CABEÇA NO OUTRO !JESUS VEIO PARA QUEBRA TODOS OS PRECONSEITO LEMBRA COM A MULHER SAMARITANA!

gabrieldejesus1@live.com

gabriel vicente moro na paraopeba em duque de CAXIAS

15/2/11 10:58  
Anonymous Anônimo disse...

Mauro acrescentou um detalhe muito importante... O discípulo amado com certeza não era Maria Madalena, a quem muitos historiadores e curiosos adoram conceber o título de esposa de Jesus. Mas esta teoria cai por terra quando Maria Madalena conversa com o discípulo amado sobre a pedra removida.
Porém, não acredito que este seja filho de Jesus, como Mauro supôs.
Primeiro, se Jesus tivesse um filho, ele seria ainda criança nesta época, já que Jesus morreu pouco depois dos 30 anos.
Segundo, acho que, diante de toda a narrativa de João, é claro que este discípulo é um dos 12.
E, lendo atentamente o livro de João, em nenhum momento o autor cita o nome de João na companhia de Jesus e dos outros discípulos. É citado o nome dos outros + o discípulo amado. Então, ao meu, este discípulo era sim, João.

Abraços!

18/3/11 11:44  
Blogger raph disse...

Na verdade acredito que a única conclusão válida é a de que o evangelho de João possui certas inconsistências lógicas que não podem ser ignoradas, talvez fruto da tradução errônea ao longo dos séculos.

Pois tanto a conclusão do comentário acima (do ponto de vista de João jamais ser citado diretamente e também de Maria Madalena ter conversado com o discípulo amado) quanto a exposta no post (do ponto de vista de só restar a personagem de Maria Madalena como o discípulo amado, na conversa junto a cruz) são válidas. De modo que ou uma ou a outra estão erradas, e como ambas são extraídas do mesmo texto, este necessariamente possuí inconsistências.

Abs
raph

18/3/11 16:04  
Blogger Estefferson disse...

Achei interessante seu ponto de vista "intermediário" com relação aos que acreditam que Madalena era casada com Jesus.

Mas nós dois já vimos uma dedução que segue um roteiro similar ao seu (no que se refere a usar trechos da Bíblia contextualizados de acordo com a situação da época e da cultura judaica), que nos dá a idéia de que eles eram casados.

Agora, pergunto, qual a sua opinião com relação às deduções de que falei no parágrafo acima.

6/3/12 14:59  
Blogger raph disse...

Pelo texto presente em alguns evangelhos, como o de João e o de Tomé ("apócrifo"), não há nenhuma indicação clara de que eles eram casados. Em todo caso, ainda que Jesus fosse realmente casado com Maria Madalena, seria um casamento bem diferente do usual: Jesus não procurava "construir uma família", pois sua família já era toda a humanidade, e estar casado ou não, em todo caso, não faria lá tanta diferença no seu caso... Ter sido crucificado, ou não, já é uma outra história :)

Abs
raph

6/3/12 15:19  
Anonymous Anônimo disse...

"Pois ainda não tinham compreendido a Escritura, que era necessário ressuscitar ele dentre os mortos" (João 20:9.


Era de se pensar que ele poderia ser o filho de Jesus, se não tivesse essa passagem, pois como poderia o filho não saber que seu pai iria voltar a viver? E porque ele deixaria um órfão à cuidados de uma viúva? Naqueles tempos eram os dois grupos mais vulneráveis...

Não..não... há muitos mistérios ainda sobre o discípulo amado! Ainda não me convenci de quem o seja. Talvez nunca consigamos saber...

4/8/12 20:06  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails