Pular para conteúdo
7.3.12

Ainda há ignorância...

Difícil dizer o que pensavam os publicitários que criaram esta propaganda onde supostamente se exaltaria a diplomacia, a integração e união entre os membros da União Européia e o restante do mundo, mas onde, na prática, o resultado foi outro, absolutamente lamentável...

Entre acusações de racismo e imperialismo, o vídeo foi retirado do ar (passou na TV aberta na Europa) em menos de 24h, com um pedido de desculpas aos que "se sentiram ofendidos".

Racismo talvez não seja o problema primário aqui, mas apenas secundário. O imperialismo, este sim, nos faz lembrar da época negra medieval, das cruzadas e tudo o mais... Será que uma crise econômica é motivo suficiente para que as mentes da Europa voltem a se fechar, e a retroceder a tal ignorância tão antiga, tão fora de moda? Esperamos que esses publicitários não representem a opinião comum dos europeus:


Marcadores: , , , , ,

4 comentários:

Anonymous Indomitus disse...

Pior que o vídeo são os comentários no youtube, tem europeu achando que tá em "guerra". Nunca tinha pensado que podíamos ser vistos como inimigos. Engraçado como eles eram "bons" antes da crise.

8/3/12 00:43  
Blogger raph disse...

Na verdade existe até uma guerra econômica velada entre o primeiro mundo e os bricks, mas não é o caso de se representar essa "guerra" da forma como foi feita no comercial... E, ainda assim, os europeus são basicamente os grandes responsáveis por sua própria crise, os bricks não tem nada com isso.

8/3/12 11:05  
Blogger Estefferson disse...

Nacionalismo ou nesse caso "europeísmo" é uma maneira equivocada de conduzir o contato com os outros povos. Este comercial quer passar a imagem de que os imigrantes são invasores, e que não irão apenas roubar os empregos, mas também irão substituir a cultura dos países europeus pelas suas próprias.

Uma maneira equivocada e retrógrada, como já disse. Deveriam ser mais como o Brasil.

O Brasil é um país com seus racismos e preconceitos, mas acredito que ainda somos um país tolerante. Os brancos dizimaram aqueles que aqui moravam antes, mas nosso país, mesmo com seus patriotas, evoluiu para se tornar um país acolhedor à outras culturas.

Durante nossa história, apesar de muitos ainda estarem atados a ultrapassados valores de "linhagens" e "raça", acolhemos outras culturas em nosso seio, e em vez de xenofobia, do medo de perdermos nossa identidade, fizemos dessas culturas parte da nossa própria cultura. Elas tornaram-se parte de nós.

Já foi me dito que uma cultura que pratica o proteccionismo radical e a xenofobia durará por mais tempo contra influências externas. Isso está tão errado... Uma cultura capaz de mesclar elementos de outras é dinâmica, capaz de adaptar-se e por isso viver por muito tempo.

8/3/12 18:48  
Blogger raph disse...

É isso aí, Estefferson, não é a toa que temos tantas comunidades duradouras de imigrantes. Em algumas regiões do país eles tem grande influência na cultura, e o mais legal é que somos uma mistura de várias culturas de imigrantes, da qual surgiu uma cultura própria... Somos muito mais do que futebol e bundas, apesar dos problemas.

Abs!
raph

9/3/12 10:00  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails