Pular para conteúdo
27.2.12

Pessoa Play

» Parte da série: Play a myth

Se o mito existe fora do tempo, há alguns raros artistas que souberam falar diretamente ao reino da alma. Suas obras influenciaram e sensibilizaram tantos de nós que, mesmo após o fim, tornaram-se mitos de si mesmos, habitando nosso imaginário. Que viver na memória daqueles que nos amam é viver como um ser imortal. E, se algumas velas foram apagadas pelo tempo, não há nada capaz de extinguir a lembrança perene de sua luminosidade...

Jogue, represente, interprete, brinque: play a myth.

***

(clique na imagem para abrir em tamanho maior)

» Veja e compartilhe esta imagem no Facebook

» Saiba mais sobre Pessoa

» Veja posts sobre Pessoa em nosso blog

***

Crédito da imagem: Rafael Arrais + Google Image Search

Marcadores: , , ,

3 comentários:

Anonymous Anônimo disse...

bela homenagem! Pessoa era uma pessoa, ou várias pessoas em uma, extremamente admirável...um dos melhores exemplos de poeta...

27/2/12 22:18  
Blogger Alfredo Carvalho disse...

Eu me casei no iníco deste mês. Então viajamos em lua de mel e depois de muito curtir o sol, a areia, as comidas e as bebidas do litoral nordestino, um belo dia, no final da tarde tive vontade de comprar um livro de poesias e lê-las na praia com minha esposa. E quem foi o poeta escolhido? Fernando Pessoa (aliás, o escolhido foi Alberto Caeiro).
Foi um final de tarde muito gostoso.

28/2/12 10:17  
Blogger raph disse...

Taí um belo início para um casamento :)

28/2/12 10:19  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails