Pular para conteúdo
13.6.18

Minimalismo

Aparências .:.

"O minimalista sempre terá dinheiro sobrando enquanto que o consumista nunca terá o suficiente!

A regra do minimalista é simples: tem dinheiro compra, não tem não compra! Já a do consumista é diferente: não tendo dinheiro compra-se 'fiado', pede-se emprestado ou endivida-se em parcelas, mas compra!

O consumismo sofre duma ansiedade crônica e precisa possuir agora para estar na 'moda', enquanto que o minimalismo é paciente e tem coragem para fazer a própria moda.

Viver o minimalismo não significa andar maltrapilho, não ter quase nada ou abster-se de prazeres na vida, trata-se justamente do oposto: o minimalista, em geral, não terá dívidas desnecessárias, será mais elegante, satisfeito e próspero.

Por experiência noto que o consumista tem um armário lotado mas é sempre assombrado pela sensação de não ter roupa para sair, enquanto que o minimalista sempre acha que tem roupa demais...

O indivíduo comum precisa de muitos cartões para sentir-se integrado ao sistema, importante e possuidor de recursos; o minimalista tem apenas o suficiente, preferencialmente um para manter-se no controle deste poder.

O minimalista, até por ter poucas contas, sempre paga adiantado abençoando o perfeito fluxo em sua vida; já o consumista esta sempre angustiado porque, não importa o quanto ganhe, é sempre engolido pelo dragão do descontrole.

O minimalista faz o que pode, o consumista vai além e, por conta da vaidade, troca os pés pelas mãos e perde-se no caminho.

O consumista está preocupado com a opinião dos outros, tem que aparentar maior felicidade e sucesso; o minimalista olha para dentro, descarta o supérfluo e opta pelo simples.

O consumista parece mais próspero, o minimalista o é de fato!"

Caciano Camilo Compostela, Monge Rosacruz – Contato: facebook.com/mongerosacruzcacianocompostela

***

Crédito da imagem: NIK

Marcadores: , , , , ,

0 comentários:

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails