Pular para conteúdo
2.5.07

Pegadas

Você pisou em meu coração
De maneira doce e suave, como quem caminha entre pombos
Sem no entanto fazê-los debandar em revoada
Você marcou minha alma com pegadas
De amor e carinho, como quem sempre deseja o bem
Sem nunca exigir algum bem de troca

E após seus pés vieram as flores
Rosas, hortências, girassóis e gérberas
Vindas da semente da paixão verdadeira
Que ilumina e iluminou o mundo, desde o início...
Como o sol brilhante ou a noite mais estrelada
A anunciar o verão de nossas vidas

Você pisou em meu coração
Mas depois veio o longo inverno, e você se foi
De volta a um dos Sete Céus de onde viera
Você marcou minha alma com pegadas
Essas estão ainda hoje lá, fossilizadas
A espera do arqueólogo que descobrirá nosso amor

raph'03

Marcadores: ,

0 comentários:

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails