Pular para conteúdo
18.1.09

O louco

Então sou louco
E quando vejo a vida passar
Percebo que tudo que vejo
É sagrado;
E tudo que ainda não vejo
Mas dia virá que verei
É apenas a saudade que sinto
De tudo de sagrado...
Tudo isso que ainda não amei

Então sou louco
E quando vejo formigas a marchar
Andorinhas a voar
E homens ignorantes a se exterminar
Percebo que tudo segue a lei;
Nascer e morrer
Renascer e, lentamente, compreender:
A lei é a vontade
O amor é a lei...
E devemos tão somente amar-nos
Na idade em que nos é dado escolher

Então sou louco
Se me lembro de quem fui
Se percebo de relance
Quem sou: mais uma partícula de poeira
A girar no turbilhão universal;
Então compreendo o longo caminho
Que eu mesmo tracei para mim:
Vejo mundos, vejo a força que os conduz
Pelo Cosmos sem fim...

Então sou louco
E minha loucura é feita de luz

raph’09

Marcadores: , ,

3 comentários:

Anonymous Marli disse...

Adorei o texto, meus parabéns a você pelo seu blog, seus textos são muitos bons, continue escrevendo sempre... beijos!

19/1/09 12:41  
Blogger Universalistas disse...

"Os Juízos de Deus são LOUCURA para os homens"

Que a paz seja nos lares de quem nos lê!

abraços!

Eduardo Levi
http://universalistas.blogspot.com

19/1/09 14:24  
Anonymous marli disse...

rafael sou eu marli novamente estou encantada com seu blog seus textos sua visão de mundo e gostaria de te fazer um pedido..vc me autoriza a compor um pensamento..um texto na verdade em q eu possa incluir o texto abaixo seu sobre religiões,ecumenismo,eu faria com os devidos créditos claro,é q acho esse tema fundamental e vc expos de uma forma fantástica;aguardo um parecer seu
www.olharsobreasondas.zip.net

bjss

19/1/09 20:08  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails