Pular para conteúdo
20.4.14

Hod shebe Chesed

Então me diga,
você que se diz sábio:

Acaso o sol algum dia já se arrependeu
de haver nascido?

Acaso em alguma noite esquecida
a lua invejou, sequer por um momento,
a luz solar?

Acaso as montanhas das grandes fossas marinhas
alguma vez reclamaram
de toda a fama do Himalaia?

E alguém já viu alguma leoa
resmungando pelo fato
de serem elas as grandes caçadoras,
enquanto os leões comem e dormem?

Ora, grandiosos animais caminham pela Terra,
e outrora vimos pelas campinas
bestas ainda maiores...

Mas, sem a grama,
sem a extensa relva que cobre todas as paragens,
e trata de crescer até mesmo em meio ao concreto,
o que teríamos para o nosso banquete?

A Natureza, que é vasta,
exige sim uma certa submissão,
uma certa humildade...

Porém, mesmo todas as folhas de grama do mundo
são apenas uma pequenina mancha verde
na superfície de uma pedra
que viaja pelo vazio
ao lado de bilhões e bilhões de irmãs.


Se há mesmo algum homem ou mulher
que ainda não aprendeu a ser humilde,
talvez seja porque nunca tenha olhado para o alto,
durante as noites de céu aberto,
e iniciado a contagem dos sóis!


raph’19.04.14

***

Crédito da imagem: Joel "Boy Wonder" Robinson

Marcadores: , ,

2 comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Muito bom.
Agradeço por partilhar.

Abraço,
Petri

25/4/14 23:07  
Blogger raph disse...

Valeu Petri!

Acho que esse ano nos vemos de novo em Sampa, se tudo correr bem :D

26/4/14 01:01  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails