Pular para conteúdo
24.11.12

A náufraga

Na superfície
Existe a dor

O amor é mais profundo
O amor é todo
Um oceano

Vivemos neste mundo
Como barcos a deriva
Temerosos em se chocar
Em naufragar

Quando era criança
Vi uma náufraga que vivia no mar
E nadava junto aos peixes
E dançava com as ondas
E cantava antigos cânticos de sereias...

Quando perguntei qual era sua magia
Ela me respondeu:
“A Natureza não está interessada
em nosso orgulho;
Todo o vasto oceano esteve sempre à espera
do nosso primeiro mergulho.”

raph’12

***

Crédito da ilistração: Caroline Jamhour (Fada Mariposa)

Marcadores: , , ,

4 comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Os poemas já estavam fazendo falta por aqui... :)

24/11/12 16:05  
Blogger raph disse...

:)

É que eu não escolho quando vou escrever um, eles que me escolhem...

25/11/12 16:26  
Blogger anavigolo disse...

lindo! suas palavras sempre me encantam!

27/11/12 13:51  
Blogger raph disse...

Poesia é encantamento :)

Bjs
raph

27/11/12 14:57  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails