Pular para conteúdo
12.12.12

12.12.12

Para qualquer espiritualista dedicado, o fim do mundo, seja quando for, tem tanta relevância quanto uma noite de sono. Todos os dias nos despedimos deste mundo, viajamos brevemente por outro e, se for o caso deste mundo continuar existindo, retornamos: é manhã, e os raios de sol são novos, diferentes dos da manhã anterior. Todos os dias este mundo, e todas as substâncias, se renovam.

Se termina um calendário (Maia ou ainda mais antigo), o que isto significa é que um outro calendário se inicia. O que um calendário marca é um ciclo, e ciclos se renovam ad infinitum. Não é culpa dos Maias todo este pânico do fim dos tempos... Isto sempre existiu, e sempre interessou a certos grupos sua divulgação. Dizem que nos EUA a "indústria do apocalipse", por exemplo, já é um negócio relevante para o PIB de certas regiões.

Mas mesmo entre os espiritualistas que compreendem que o mundo se renova, e que um novo mundo só se inicia após a morte do antigo (assim como os dias e noites), há certos equívocos incompatíveis com reflexões um pouco mais aprofundadas...

Muitos esperam por "portais" de renovação espiritual, como se fossem pílulas de vitamina para "uma evolução espiritual instantânea" - é o fastfood da alma. Dizem que um portal se abriu, ou abrirá, hoje, 12/12/12. E daí?

Jesus já dizia, no Evangelho de Tomé, que o Reino de Deus se encontra espalhado pela Terra, mas os homens não o percebem... Todos os cantos para onde queira olhar, queira ouvir, queira sentir: todos são portais para um conhecimento que sempre esteve dentro de sua própria alma. Basta abrir o portal da alma. O Éden não foi nem será, é. Se não fosse assim, se Deus já não estivesse nos encharcando por todos os lados, de que outra forma seria?

É como dizia Tolstói, "muitos pensam em mudar o mundo, poucos pensam em mudar a si mesmos"... Todos querem ser santos, iluminados, atravessadores de portais, profetas do apocalipse. Muitos se encaminham para fora. Muitos desistiram deste mundo e anseiam pelo fim. Muitos esperam a nave mãe de alguma raça alienígena, ou que algum novo Noé apareça e os aceite em sua arca... Mas, eu lhes pergunto: e quem quer ficar? Quem quer mudar a si mesmo, e assim, um pensamento de cada vez, mudar este mundo?

Nossa mente pode nos fazer um ser iluminado, ou uma fera. Se queremos fazer deste mundo um céu, é aqui e agora que o caminho começa. Os portais sempre estiveram abertos, para aqueles que tem olhos para ver, e vontade para seguir neste caminho.

E, se for loucura seguir caminhando sem saber exatamente onde a estrada vai desaguar, não importa: faça desta loucura uma luz!

***

Crédito da imagem: Divulgação (Itsukushima Shrine)

Marcadores: , , ,

0 comentários:

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails