Pular para conteúdo
28.2.14

Alagoas, Curdistão, Deus e o Diabo

Há mais de uma década tenho a felicidade de conhecer um dos maiores grupos musicais em atividade no mundo; E que é, quem diria, brasileiro...

O Mawaca é um grupo que pesquisa e recria a música das mais diversificadas etnias do globo buscando conexões com a música brasileira. Formado por sete cantoras que interpretam canções em mais de dez línguas (línguas indígenas brasileiras, espanhol, búlgaro, finlandês, japonês, húngaro, swahili, grego, árabe, hebraico, ioruba e português), o Mawaca revela no seu nome a essência do seu trabalho. Segundo a etnia hausa do norte da Nigéria os mawaka (cantores-xamãs) recorrem ao poder mágico da palavra cantada para atrair o poder dos espíritos.

Além das sete cantoras o Mawaca é formado por um grupo instrumental acústico que apresenta uma multiplicidade de timbres; acordeom, violoncello, flauta, violino e sax soprano, baixo, além dos instrumentos de percussão como as tablas indianas, derbak árabe, djembés africanos, berimbau, vibrafone, pandeirões do Maranhão e marimba.

Inquilinos do mundo é o mais novo projeto do grupo musical Mawaca. Ele apresenta melodias e ritmos dos povos nômades, refugiados, exilados e ciganos de todo o mundo. Um belíssimo exemplo é a mistura de canções abaixo, iniciando com Min Bêriya Te Kiriye, uma canção de amor do Curdistão, autoria do ativista Sivan Perwer; e terminando com Grande Poder, um legítimo coco da Alagoas, autoria do Mestre Verdelino:

Mawaca é talvez o grupo musical com o leque de influências mais aberto em todo o mundo. Cantam músicas do Brasil e do Curdistão e de todos os cantos de lá para cá, até mesmo do Japão... E, se cantam sobre Deus, tinham de cantar também sobre o Diabo. Abaixo trazemos a canção Mawaca Pra Qualquer Santo, cuja letra é uma adaptação do cordel Brosogó, militão e o Diabo, de Patativa do Assaré:

***

Crédito da imagem: Igor Maikov

Marcadores: , ,

1 comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Adorei as músicas do grupo! Principalmente a mistura do ritmo árabe com o cigano... Claro que o ritmo nordestino tbm tem seu charme! Parabéns as cantoras! :)

9/3/14 09:17  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails