Pular para conteúdo
11.5.12

Este momento

O momento, o que é o momento?

Algo que foi e já não é, algo que ainda virá, ou...
Algo que ocorre, simplesmente flui:
Aqui
Agora
E já não é mais

O santo boêmio de Hipona foi quem primeiro confessou:
Há a expectativa presente das coisas futuras
Há a lembrança presente das coisas passadas
Mas, onde está o presente, o momento?
Será que existe?

Talvez o momento só exista para aqueles que desistiram de se inquietar com o tempo, todo o tempo
E aceitaram que somos apenas a testemunha do fluxo deste rio
Que nos engloba a todos
E flui para algum oceano inconcebível...

Sabemos que existem, pois, tais momentos:
O momento do vir à vida
O momento da despedida
E este momento
Este precioso momento
Que, por sua própria definição, é um presente
O presente que ocorre entre estes dois pontos
A ponte entre a morte e a vida...

O que está a fazer com o seu?


Para se ler acompanhado por Moments (de Will Hoffman):


raph’12

***

Crédito da foto: Laurence Acland/First Light/Corbis

Marcadores: , , , , ,

5 comentários:

Anonymous Anônimo disse...

é amigo... meu maior defeito é me inquietar, senao com o tempo, com o espaço, senão com a forma, com o conteúdo. Quem me dera esquecer tempo, espaço, formas e conteúdos e apenas ser Puro Ser num eterno agora, como bem oculta o significado do nome YHVH. Mas, se eu já tivesse conseguido, seria um Buda e não um "bu..-mole"... eu até tento, mas como disse o verdinho do filme: faça ou não faça; não há tentativas. Um dia e serei, ou não... abraços e belo post.

11/5/12 13:55  
Anonymous Samuel Otemi disse...

Muito bom o texto.Será que o presente existe.Tudo que existe no fim é o agora, e esse talvez seja uma ilusão para tudo que somos.

Veja:

http://www.youtube.com/watch?v=zD9jigzzuas&list=FLH54Kx_hy9X0l3Lq1D0pGmw&feature=mh_lolz

BBC documentário - The day I died.

http://www.youtube.com/watch?v=ySrwQt-mN2k&feature=BFa&list=FLH54Kx_hy9X0l3Lq1D0pGmw

Time lucidity

O primeiro video é um documentário que eu assiti, achei muito bom, tem mensagens muito profundas nele. Depois eu pensei, esses tema tem a cara do Rafael.

11/5/12 14:20  
Blogger raph disse...

Obrigado pessoal,

Samuel, eu verei o vídeo sobre EQMs quando tiver mais tempo, mas eu também já falei sobre elas nesta série:

Quase morte

Abs!
raph

11/5/12 16:21  
Blogger Itanajé disse...

Caro Rafael, eu costumo 'apreciar sem moderação' o que você coloca aqui no blog, mas esse post... me deixou realmente 'embriagado'.

Aproveito para compartilhar uma definição do ‘agora/momento’, dada por um poeta chamado Edson Marques:
“O agora é um pedacinho de tempo, frágil, espremido entre o daqui há pouco e o logo mais. Se eu não vivê-lo agora mesmo, ele morre.”

Parabéns! Parabéns mesmo e obrigado.

Grande abraço.

Itanajé

12/5/12 20:19  
Blogger raph disse...

É bem por aí... As vezes, para viver, precisamos simplesmente deixar o rio fluir, conosco dentro, mas sem sequer pensarmos no rio em si :)

Abs!
raph

12/5/12 21:02  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails