Pular para conteúdo
16.12.12

Redenção

Era um anjo
E, como anjo, havia sido criado
Assim perfeito: angelical

Mesmo corrompido
Caído no mal
Era perfeito...
Perfeitamente oposto a Deus
Perfeitamente em queda
Não importa:
Tudo isso são apenas palavras

Fato é que era um anjo
Do qual dizem os mitos:
Rebelou-se por inveja da humanidade!

Ocorre-me agora que, talvez,
Não invejasse o amor
Com que Deus ama o homem
Mas sim a imperfeição
A sublime imperfeição humana

Que os homens e mulheres
Não surgiram do nada
Já perfeitos
Evoluíram, enfim, como seres
Não como anjos
Não como autômatos programados
Para uma perfeição alheia

Era, dessa forma, um anjo
Que buscou a corrupção
Como há homens
Que buscam a salvação

Porém, mesmo no andar mais baixo do inferno
Percebeu: jamais poderia navegar para fora de Deus
Pois que não há
Nunca houve
Nem haverá
“Fora de Deus”

Esta compreensão é, portanto, sua pena
Sua angústia infernal
Seu tormento mais profundo
E toda
Toda a redenção do mundo

Ó buscador:
Não há “a perfeição” ou “a salvação”
Há apenas este caminho perfeito
Por onde antigas rodas percorrem os velhos sulcos

raph’12

***

Crédito da imagem: Google Image Search (capa de um livro sueco chamado Fallen angel)

Marcadores: , , , , ,

2 comentários:

Blogger Juliene Farnez disse...

Nuss! Curti demais!
Intrigante!

Te indiquei pra responder um meme >>> Já assisti o filme mas, ainda não tive a oportunidade de ler o livro. Espero em breve poder fazê-lo, parece tão quanto o filme.
Bjos

Te indiquei para responder um meme >>> http://entrereaiseutopias.blogspot.com.br/2012/12/meme-lacos-de-incentivo-leitura_17.html

Até mais!

17/12/12 21:37  
Blogger raph disse...

Oi Juliene, obrigado pelo comentário e a indicação :)

Abs
raph

18/12/12 09:20  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails