Pular para conteúdo
22.7.15

O dia que não passou

Se você já correu em bando atrás de uma pipa perdida, se já escalou árvores para comer frutos na companhia de outros adoradores da tardinha, se já se aventurou em florestas, praias e cavernas, reais ou imaginárias, desde que junto ao seu fiel grupo de aventureiros, então não é falso este sorriso que irrompe sem aviso em sua boca, pois que ele vem da alma.

De todas as lendas que os seres humanos criaram para o convívio em sociedade, do grande espírito da montanha aos duendes e fadas, do código da cavalaria a declaração dos direitos humanos, da teoria do big bang a bolsa de valores, só há mesmo uma entidade que não desvanece com o tempo, nem escapa, como tudo o mais, por entre nossos dedos sedentos de permanência...

Neste mundo somos livres, nos disseram, para buscar o que bem quisermos. Há aqueles que rodam todo o globo atrás de tesouros, e outros que fazem longas jornadas, todos os dias, enquanto contemplam o giro de tudo, sem sequer saírem do lugar. O que importa é que, seja aqui ou no Himalaia, ninguém pode escalar mais alto do que o pico que reside em seu interior.

E ainda que a pedra mais preciosa estivesse, em realidade, nas profundezas do Oceano, de nada adiantaria montar uma grandiosa empreitada para sugar suas águas – nenhuma máquina será capaz de esvaziar a alma, somos nós que temos de mergulhar e encontrar essa pérola cintilante, somente nós!

No entanto, é até estranho de se pensar, mas todos os vislumbres de tal milagre, todos os suspiros de saudade, todas as lágrimas de angústia, todos os solavancos cardíacos e, enfim, todos os momentos de pura e plena paz, em que deixamos nosso intelecto de lado e vivemos a experiência em si, sem crer nem descrer, sem ansiar nem temer, tudo isso ocorreu no dia em que o ser olhou para si, espalhado e espelhado pelo mundo, e compreendeu, ainda que sem saber, e de seus lábios emergiram estas palavras:

“Isto sou eu...”

E este dia não passou, pois ele mora no coração da eternidade.


raph'15

***

Crédito da imagem: Google Image Search/Reflections Wallpaper

Marcadores: , , ,

5 comentários:

Blogger Samuel Otemi disse...

Muito bom. O " eu sou", momentos que somos plenos ao encontrar nossa substancia fundamental. Sempre um bom lugar por aqui. Obrigado!

22/7/15 16:49  
Blogger raph disse...

:)

22/7/15 16:58  
Blogger Petri disse...

Só li agora, e foi ótimo ler na hora certa... Muito bom, irmão!

18/8/15 01:18  
Blogger raph disse...

:)

Vc vai no IV Simpósio de Hermetismo?

18/8/15 17:05  
Blogger Petri disse...

Irei, sim.

20/8/15 00:45  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails