Pular para conteúdo
9.4.09

A viagem "mística" de Sagan

Carl Sagan foi um dos maiores divulgadores de ciência da história. Cientista, físico, astrônomo, cético: isso não o impediu de ser um profundo conhecedor de religiões (embora agnóstico), e um ser humano de muita imaginação, além de uma estranha intuição acerca da espiritualidade. No filme Contato, baseado no livro homônimo escrito por Sagan, temos um roteiro adaptado escrito pelo próprio Sagan em parceria com sua esposa, Ann Druyan - O filme fala, dentre outras coisas, sobre uma possibilidade "mais realista" do contato com inteligência extra-terrestre, além de ser o pano de fundo para um interessante debate das relações entre Fé e Razão.

O que irei analisar aqui, entretanto, é o quão enigmático foi Sagan ao descrever a "viagem" realizada pela protagonista (interpretada por Jodie Foster) em direção a uma espécie de "buraco de minhoca dimensional" que a levou a algum canto do Universo, onde teve um contato - quase uma espécie de sonho lúcido - com uma inteligência extra-terrestre. Do ponto de vista de seu célebre livro, "O mundo assombrado pelos demônios", podemos afirmar que o próprio Sagan defendia que os relatos "místicos" de encontros com Seres Mitológicos, Anjos e Espíritos estavam nos dias atuais sendo "substituidos" por encontros com ETs - Talvez ele tenha incorporado um pouco dessa sua teoria no roteiro do filme, mas fato é que a viagem "mística" de Sagan nos revela muitos paralelos com idéias espiritualistas profundas:

1. Uma outra dimensão: a cápsula que a personagem usa para viajar por um "buraco de minhoca" nos invoca a idéia de uma espécie de viagem dimensional, uma forma desconhecida da ciência atual de entrarmos em contato consciente com outra dimensão, ou outro ponto longínquo do Universo. O fato da viagem necessitar de um veículo no filme não impede a analogia clara com viagens de projeção da consciência e experiências similares.

2. "Eles estão vivos": a personagem verifica que existem civilizações inteligentes em outros planetas. Essa é uma idéia que permeia a humanidade há tempos, e que está longe de ser exclusiva da Ufologia... Afinal, Jesus já dizia que "na casa de meu Pai existem muitas moradas". Muitas teorias espiritualistas sustentam que espíritos habitam diversos planetas em nosso horizonte cósmico. No caso do filme, no entanto, a idéia é claramente ufológica: a vida extra-terrestre é física e não espiritual.

3. "Um evento cósmico (...) Eu não tinha idéia (de como é bonito) (...) Deveriam trazer um poeta": essas falas da personagem ao vislumbrar a imensidão cósmica sustentam a idéia de espiritualidade de Sagan: um sentimento de deslumbramento em relação a Natureza e o Cosmos. Não há referência clara a um sentimento religioso, mas a idéia é tão próxima que praticamente se confunde - e é exatamente onde Sagan defende a convergência de Fé e Razão, Ciência e Religião, para um objetivo conjunto de edificação moral da humanidade.

4. O contato é um "sonho": ao encontrar seu falecido pai, a personagem logo percebe que estava numa espécie de "sonho lúcido", e que a inteligência extra-terrestre se valeu de sua memória para contruir um "ambiente" de comunicação favorável, onde a personagem não tivesse um choque muito grande pelo contato direto com o desconhecido. Aqui a analogia com contatos espirituais é assustadora: as teorias espiritualistas sustentam exatamente que muito do que vivemos em nossos sonhos (ou projeções), quando algumas vezes o espírito se desprende do corpo, é filtrado por nossa consciência ao acordarmos (ou pouco antes disso), e somente algumas memórias persistem - ocorre que o contato com um "mundo desconhecido" poderia ser um choque muito grande para nossa consciência, acostumada a realidade "mundana". Permanece também a analogia de que não importa a "aparência" ou "forma" do ET ou Espírito, e sim sua moral, sua intenção, e a informação a que está autorizado a passar adiante.

5. "Pequenos passos": a personagem pergunta ao ET "o que vai ser daqui para frente?", esperando obviamente uma grande revolução do conhecimento na Terra. Ao que o ET lhe responde que tudo é feito com pequenos passos, e tem sido assim por milhões de anos. No decorrer do filme sabemos que quase ninguém acredita que a personagem realmente entrou em contato com ETs, e portanto a "grande revolução" se torna apenas "um primeiro passo"... A analogia com os contatos com espíritos superiores (principalmente em conhecimento) não poderia ser mais clara. Muitos céticos se perguntam: "se existem espíritos superiores, porque não aparecem para nós e resolvem nossos problemas? Solucionam nossas dúvidas científicas?" - Ora, exatamente pela mesmo razão que a civilização tenta não interceder nas poucas tribos "virgens" das florestas tropicais, pela mesma razão que uma civilização extra-terrestre não iria querer intervir na nossa evolução social, cultural, científica e moral: é que a lei do Universo é clara - pequenos passos, pequenos passos, porém sempre a frente.

A cena (infelizmente só encontrei sem legendas em português):

» Ver parte 2 da cena acima

***

Nota: Gostaria de deixar claro que essa é minha interpretação do filme e dessa cena em específico. Duvido muito que Sagan concordaria comigo, mas não posso deixar de admira-lo pelo que considero uma "intuição fortuita", principalmente vinda de um homem que foi cético e agnóstico toda a vida. Independente de espíritos existirem ou não, o legado de Sagan merece ser admirado por todos, sem distinção de crenças ou não-crenças...

Marcadores: , , , , , ,

4 comentários:

Anonymous Rayom disse...

Raph:

Veja só. O Carl Sagan era cético "in totum". Tudo o que ele disse ou escreveu terminou sempre com a dúvida, ou ele manobrou para sentenças do conhecido ceticismo.

No seu ítem 5 há a citação: "se existem espíritos superiores, porque não aparecem para nós e resolvem nossos problemas? Solucionam nossas dúvidas científicas?"

Essa questão é descaracterizada e realmente tendenciosa, pois o cético jamais admitiria ver um espírito superior. Caso isso acontecesse, ele afirmaria estar imaginando, delirando, passando por um momento de ilusão, alienação ou qualquer coisa do gênero, logo de nada adiantaria. Ademais, não é assim que a banda toca, e nenhum espírita, religioso ou esotérico, tem esse inteiro conforto para resolver todos os seus problemas e nem os problemas da ciência.

Há aqui uma série imensa de postulados que podemos contrapor à proposição cética por sua incongruência com o processo evolutivo conhecido pelos espiritualistas. E o Carl Sagan, no meu modesto entendimento, era somente um cético inteligente e imaginativo a serviço da negação, nada mais que isso.

Abraços.

10/4/09 00:10  
Blogger raph disse...

"Ademais, não é assim que a banda toca, e nenhum espírita, religioso ou esotérico, tem esse inteiro conforto para resolver todos os seus problemas e nem os problemas da ciência."

Exato, mas aquela indagação é comumente vinda de muitos céticos, porisso está precedida de "Muitos céticos se perguntam:"

***

"Há aqui uma série imensa de postulados que podemos contrapor à proposição cética por sua incongruência com o processo evolutivo conhecido pelos espiritualistas."

Sim, mas o texto fala tão somente dessa "curiosa analogia" que podemos fazer entre o Contato do filme e algumas características do Contato espiritual. Apenas minha opinião é claro...

***

"E o Carl Sagan, no meu modesto entendimento, era somente um cético inteligente e imaginativo a serviço da negação, nada mais que isso."

E essa é a sua opinião.

Abs
raph

10/4/09 17:43  
Anonymous Rayom disse...

Prezado Raph,

Desejo fazer um link para acompanhar seu blog, mas não estou encontrando onde clicar e registrar. Pode me ajudar? Use meu endereço: htt´://rayomra@ibest.com.br se necessário, para informar.
Abs.

11/4/09 22:42  
Blogger raph disse...

Olá Rayom,

Bem devido a sua solicitação achei melhor disponibilizar novos serviços no blog.

Você pode assina-lo para receber atualizações por e-mail ou assinar diretamente o feed XML utilizando ferramentas do seu browser.

Essas opções se encontram na Home, na coluna direita, logo abaixo de "Arquivo".

Abs!
raph

12/4/09 22:04  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails