Pular para conteúdo
27.8.12

Algo caminha pelo ar

Se o mundo for uma escola, os poetas serão como anjos, a passearem desapercebidos em meio ao recreio, cantando os ecos dos tempos antigos. Dizem que Bituca é quase um setentão, mas como pode haver um setentão com um coração destes, ainda tão aberto, ainda tão estudante? Tancredo fez deste hino da poesia mineira, o hino das Diretas... Mal sabia ele que este algo de que falam, que caminha pelo ar, ainda há de libertar muito mais do que a democracia, há de libertar nossa alma:

Clipe de Coração de Estudante, composição de Wagner Tiso e Milton Nascimento.


Marcadores: , , ,

0 comentários:

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails