Pular para conteúdo
21.7.14

Frases (17)

Palavras aventureiras que vêm e vão. Costumam aparecer primeiro no meu twitter, e depois aqui:


"Místico: aquele que encontrou o Amor em Deus, e Deus no Amor."

"Quem sabe não exista bem o velho e o novo, mas sim a Roda e o Eixo. A Roda, que nunca acorda no mesmo local do dia que passou; e o Eixo, eterno..."

"Quem poderá saber, a cada passo dado, se somos nós quem caminhamos, ou o mundo todo que gira por debaixo dos nossos pés, imóveis?"

"Como poderíamos saber para onde devemos retornar se já não tivéssemos dançado e brincado em seu gramado, há tantas eras?"

"Não há religião além desta doce e fugidia saudade da algazarra de outrora... Além das ideias de certo ou errado, lá nos encontraremos!"


"Todo ato sexual profundo é um ato mental, uma forma de masturbação divina."

"Orgasmo: experiência religiosa, para ser realizada de olhos bem fechados."

"Há coisas que os corpos fazem que transbordam a eles mesmos, e que estão muito, muito além do pensamento e da razão..."

"É impossível tocar sem ser tocado."

"Tudo é natural. Só o amor vai além, pula por sobre, torna-se sobrenatural..."


"Enquanto os artistas fazem tão somente 'o que o povo quer ver', não são bem artistas, mas fantoches; e com fantoches no lugar de artistas, o mundo jamais caminhará a frente."

"Viver sem julgar, viver por viver, viver para amar."

"Não quero mais vencer na vida; quero brincar com ela, quero construir castelos de areia pela beira dos mundos..."

"A luz foi criada para ser refletida."


"Alegações extraordinárias requerem evidências extraordinárias. A espiritualidade vive de evidências subjetivas, mas extraordinárias."

"Siga a alegria em seu coração, esta que surge a cada passo dado na direção em que ele pulsa com mais vontade."

"O Cosmos é uma história de seres que vêm, que são e que vão ser..."

"Não se demore muito se indagando sobre o sentido da vida, mas busque pelo sentido que você dará a ela."


"Quando eu disse ao caroço da laranja que dentro dele dormia um laranjal inteirinho, ele me olhou estupidamente incrédulo." (Hermógenes)

***

Crédito da imagem: Bruno Walpoth (escultura em madeira)

Marcadores: , , ,

0 comentários:

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails