Pular para conteúdo
16.5.09

Pensamento

Então aqui estou novamente.
Erguido do pó, ao pó voltarei;
Não há nada que se perca
Nesse turbilhão de poeira estelar.
Mesmo ainda que muito brevemente,
Podemos sentir o infinito
A bailar com os fótons pelo ar.

E do pó se fazem sóis
E astros a rodopiar pelo cosmos:
O que está acima também está abaixo.
Pois tudo que somos é o pensamento
Que constrói nossa capacidade de ser
Algo mais que poeira a cair do firmamento.

Então aqui estou novamente.
Isso é tudo que eu sei.
Não sei de algum plano divino,
Não sei equacionar a geometria da natureza,
Nem o que diabos iniciou seu movimento.
Sei apenas que nesse momento
Tenho a vontade e tenho o tempo
Para buscar lá dentro, com ardor,
O que quer que seja o amor.

O que quer que seja a vida.
O que quer que seja toda essa leveza
Incerta, que sopra como o vento,
E não sabemos por onde passou;
Pois quase não a percebemos:
Apenas o pensamento vê o mundo
Em toda sua beleza.

raph’09

***

Crédito da foto: Mr. Bond

Marcadores: , , , ,

0 comentários:

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails