Pular para conteúdo
8.5.09

Reações a João de Deus

Quando soube de João de Deus pela primeira vez confesso que não fiquei muito entusiasmado. Meu interesse não era exatamente nas suas práticas de cirurgias espirituais, mas sim na "fama" que adquiriu fora do país: conheci-o antes através da Discovery Channel do que qualquer veículo nacional de mídia... E não para por aí: BBC, National Geographic, ABC e diversos outros canais estrangeiros já produziram diversas reportagens e documentários sobre ele. Não se trata de um "apelo à multidão", pois certamente não creio que apenas por que centenas de pessoas o visitam todos os dias ele seria um grande médium, ou mesmo que suas cirurgias espirituais realmente favorecessem a cura das enfermidades dos pacientes; Mas me parecia um caso curioso que um médium brasileiro houvesse alcançado certa "fama" antes fora do páis do que dentro, considerando-se que o espiritismo é muito mais difundido aqui do que lá fora. Além disso, obviamente o fato de João de Deus tratar de forma inteiramente gratuita me fez continuar a estuda-lo de forma séria.

Então soube que o médium se considera católico (às vezes, "incorporado" ele se diz espírita, mas na maioria das vezes se diz católico) e que admitia abertamente que as cirurgias físicas, invasivas, não faziam qualquer diferença no tratamento em si, que era totalmente fluido - tratava somente da "matéria espiritual" e não envolvia cortes (apenas em casos de catarata, as "raspagens de olho" fazem parte do tratamento em si, segundo o próprio médium). Ou seja: as cirurguas físicas serviam apenas para "aumentar a fé" dos pacientes, fazendo-os crer que o tratamento espiritual, invisível aos olhos, poderia funcionar (cabe lembrar que segundo o espiritismo cirurgias físicas e "incorporações" totais são amplamente descaconselhadas e não fazem parte dos estudos originais da doutrina, com Kardec).

Ah essa altura eu estava quase convencido que se tratava de charlatanismo: me parecia uma idéia idiota arriscar a saúde das pessoas apenas para que elas "possam ter maior fé no tratamento"... Inclusive considerando que João de Deus nunca cursou medicina, operava com aparelhagem tosca (ex: faca de cozinha), sem assepsia e sem anestesia! No entanto, pesquisando um pouco mais descobri que na verdade apenas uma pequena parte de seus pacientes faziam tais cirurgias, e as faziam porque pediam, não porque o médium recomendava que fizessem. Ou seja: os que não "conseguiam crer o suficiente" no tratamento espiritual, pediam por uma espécie da "placebo físico" para aumentar sua fé no tratamento. Além disso, em décadas desse tipo de operação, nunca houve caso de infecção ou piora grave de condições de saúde dos pacientes, ainda que isso desafiasse a ciência convencional.

Menos mal, pelo menos aos meus olhos o médium deixou de ser uma espécie de "açougueiro irresponsável" e passou a ser, talvez, um "pequeno charlatão" que visava apenas aumentar a fé das pessoas no tratamento espiritual (independente de ser efeito placebo ou não, fato é que o resultado de um tratamento em que temos fé tem maiores chances de ser positivo)... Mas, novamente, eu ainda não dispunha de informação suficiente - pesquisei sobre evidências das cirurgias físicas serem ou não fraudes. Para mim surpresa, encontrei um estudo da Associação Médica Brasileira atestando que as cirurgias eram reais! Apesar de inteiramente inconclusivo acerca da eficácia do tratamento em si, a AMB provou que as cirurgias não eram fraudes.

À partir da posse dessas informações, e considerando que não nutro pessoalmente nenhuma admiração especial ou repulsa para com João de Deus, me pareceu que utilizar esse estudo da AMB em discussões no orkut seria uma excelente maneira de verificar uma amostragem de moderados, em oposição aos radicais, como céticos que negam qualquer prática espiritualista de antemão, ou evangélicos que as relegam a "obra de Satanás"... O fato do médium se dizer católico era ainda um detalhe relevante para observar a reação dos católicos a tais informações.

Não vou citar nomes porque não vem ao caso (cada pessoa analisada será chamada por uma letra: "A", "B", "C", etc.). Abaixo segue um breve resumo da reação de certas pessoas as práticas de João de Deus e ao estudo da AMB que comprovou que as cirurgias são reais:

A
Caso clássico de cético com repulsa a quelquer prática espiritualista, que considera tudo "repugnante" e "obviamente fraudulento" de antemão. Apesar de ter conhecimentos avançados em ciência e filosofia, portou-se grosseiramente, apelando sempre que possível a ataques pessoais a minha pessoa (lembrando que eu estava apenas passando às informações adiante e deixava claro que não concordava com as cirurgias invasivas). Até o final do debate, sustentou que a pesquisa da AMB era também uma fraude, e que a totalidade dos canais estrangeiros que realizaram documentários sobre João de Deus estavam sendo "subornados" por agências de turismo que planejavam trazer europeus e americanos ao Brasil (mais precisamente a uma remota cidade do interior de Goiás). Mesmo a BBC, notoriamente um canal que prima pela isenção de suas fontes, ficou no mesmo "bolo de suborno".

B
A princípio parecia um cético mais moderado, mas quando "ouviu falar" em espiritismo partiu para o ataque pessoal, me acusando de ser apenas "mais um crente espírita" (além do que disse acima para "A", aqui também deixei claro que não sou espírita, minha religião é meu pensamento). Apesar de eu ter dito inúmeras vezes que não defendia a prática de cirurgia invasiva, até o fim do debate ignorou solenemente essa informação, e parecia convencido que eu era "um ardoroso defensor de João de Deus", e que ele era "meu herói". Pesa a seu favor pelo menos a atitude moderada de reconhecer que o estudo da AMB era válido e que as cirurgias eram de fato reais.

C
Uma reação genuinamente cética: admitiu que o estudo da AMB era válido sem "espernear" nem apelar a qualquer tipo de ataque pessoal. No entanto, fez questão de ressaltar o que a própria AMB diz: que o estudo é inconclusivo acerca da eficácia do tratamento em si. Atribuiu todo tipo de cura por tratamento espiritual ao efeito placebo, porém não soube seguir adiante de forma sólida quando lhe indaguei sobre "o que era exatamente o efeito placebo?". Apesar de obviamente ser desfavorável as práticas do médium, portou-se de forma exemplar dentro de um ceticismo genuíno e responsável.

D
Católico extremamente cético (se é que isso possa fazer sentido a você), a princípio ironizou e fez chacota acerca das informações trazidas, como é de seu costume em relação a qualquer temática espírita... Porém, talvez por ter descoberto que o médium se dizia católico, procurou investigar mais (nessa época não tinha achado ainda o estudo da AMB). Mesmo antes da comprovação da AMB, admitiu que "era um caso misterioso" e que a princípio não se tratava de charlatanismo (inclusive porque o médium não cobra pelo tratamento). Alguns meses depois, após analisar o estudo da AMB, admitiu que as cirurgias são mesmo reais e que "alguma coisa desconhecida da ciência convencional" estava ocorrendo. Não apelou para ataques pessoais, mas deixou como sempre bem claro que "não acredita em espíritos desencarnados".

E
Evangélico "semi-radical", ignorou por completo as informações e videos postados e resumiu o assunto dizendo que "era apenas mais um charlatão espírita"... Interessante que não tenha aproveitado a deixa para atribuir suas práticas a influência de Satanás na Terra.

F
Espírita admirador de João de Deus, que inclusive já foi tratado por ele e costuma postar avisando de eventuais documentários na TV brasileira (como o SBT Repórter), a princípio não gostou do meu post "João de Deus: Charlatão?", afirmando que "estava muito cético" e que "não destacava o aspecto moral e o amor emanado pelo médium e seus seguidores"; Expliquei que se tratava de um post direcionado a todos, espíritas e não-espíritas, céticos e não-céticos, e então ele admitiu "que pode ajudar, mas que duvidava muito que algum cético iria admitir que João de Deus operava milagres"... Na verdade nem mesmo eu afirmo que o médium "opera milagres", o que quer que ocorra em suas operações, deve ter uma explicação física plausível, apenas ainda não compreendida devidademente pela ciência convencional.

G
Livre-pensador e admirador da Logosofia, manteve-se à parte dos debates e apenas me aconselhou a "procurar saber por mim mesmo se as práticas espirituais do médium são reais e consistentes", e não "confiar em documentários e pesquisas apenas, ainda que sejam genuinamente científicas". Trata-se sem dúvida de um conselho válido. Quero aqui deixar claro que nunca visitei João de Deus pessoalmente e que não o defendo nem o repudio, e que porisso mesmo me pareceram honestas e pertinentes as análises acima.

Conclusão
Os médicos que realizaram o estudo pela Associação Médica Brasileira provavelmente não são espíritas, mas somente seu interesse em estudar a chamada medicina alternativa com maior cuidado já aponta uma tendência clara na medicina atual, de se tornar pelo menos um pouco mais receptiva a terapias complementares como acupuntura, homeopatia, "tratamento espiritual", etc.

O fato de terem comprovado que as cirurgias são reais de forma alguma prova como eficaz ou ineficaz o tratamento espiritual oferecido por João de Deus. Porém, pelo fato de ele atender gratuitamente e as pessoas o procurarem por livre e espontânea vontade, devemos evitar ataques sem base a sua idoneidade. Vale destacar novamente o estudo da AMB: "Nem a crença entusiasmada ou a descrença renitente ajudarão os pacientes ou o desenvolvimento da medicina".

***

Crédito da foto: Revista Época.

Marcadores: , , , , , , , ,

12 comentários:

Blogger raph disse...

Comentário pertinente que achei na comunidade "Espiritismo" do Orkut:

"Já pesquisei os tópicos sobre esse homem, mas nenhum aborda do ponto de vista que estou querendo ser esclarecido.

Fui visitar a casa dom inácio de loyola , e confeço ter achado pontos positivos e negativos. Ainda não sei se terei coragem de retornar, peço a todos que opinem sobre o que vou relatar.

Nessa casa, tem uma paz muito mágica, porém , os medicamentos são cobrados, e não são baratos. No mínimo você gasta 50 reais em capsulas de passiflora, ou seja, 5 potes , cada um por 10 reais... Menos que isso você não gasta.

A agua fluidificada é "vendida"... Não custa caro, mas é vendida, o que me soou muito estranho.

Tudo que se compra nesse local é caríssimo. Vê-se muitas pessoas saindo sem medicamentos nas mãos por não terem dinheiro para pagar.

Parece um grande comércio. O atendimento do médium é gratuito e dura pouquíssimos segundos.

As pessoas reverenciam um triângulo, como se fossem uma cruz...

Vê-se claramente que não é um templo espírita apesar de vender as obras de kardec.

Todos os livros do João de Deus custam mais de 40 reais e são bem inferiores dos livros tradicionalmente vendidos em editoras espíritas....

PERGUNTA-SE : O QUE O ESPIRITISMO OU O ESPÍRITA TEM A DIZER DE JOÃO DE DEUS?

não questiono as curas que ali acontecem, com certeza devem haver curas, mas to meio impressionado com tudo que vi lá, parece comércio mesmo... então não sei se devo acreditar ou não, se devo voltar ou não... Algum espírita da comunidade tem opinião formada a respeito???"

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=1690810&tid=5412824236804433500

8/12/09 17:31  
Anonymous Anônimo disse...

EU DESCOBRI UM TUMOR NO CEREBRO, O MELHOR HOSPITAL DO BRASIL ERROU, DEIXOU SEQUELAS IRREVERSIVEIS PARA MEDICINA, FIQUEI MAIS DE 7 ANOS MORANDO EM UM HOSPITAL, VÁRIOS PROBLEMAS E NENHUMA SOLUÇÃO, SÓ RISCOS.DESCOBRI A CASA DE D. INACIO, POR UMA AMIGA, SAI DO HOSPITAL, FUI PARA ABADIÃNIA, NUNCA MAIS ME INTERNEI, VOCÊ ACHA QUE 50 REAIS EM REMÉDIO É CARO, PARA QUEM CONSEGUIU UM MILAGRE?ESTAMOS NO MUNDO DA MATERIA, O CENTRO FAZ MUITA COISA PARA QUEM NÃO TEM, A CIDADE TEM A CASA DA SOPA, QUEM CUIDA E PAGA É O CENTRO, 50 REAIS PARA DOIS MESES E POUCO É MUITO, HOJE EU VIVO, GANHEI UMA SEGUNDA CHANCE, MORRI DURANTE ANOS EM HOSPITAL OU EM CASA NA CAMA COM 24 HS DE DOR , MORFINA, XILO E TUDO NÃO PASSAVA, 50 REAIS PARA MAIS DE 2 MESES E QUALIDADE DE VIDA É CARO?A ÁGUA CURA AS DORES E O CORPO 2 REAIS, SÓ NÃO DEIXAR ACABAR E REPOR ELA DURA E SE TRANSFORMA, COMO FIQUEI SEM CABELO E AINDA TINHA DORES, COLOCAVA ELA, HOJE TENHO UM CABELO, AS DORES DIMINUIRAM MUITOOOOOOOOO, QUASE NÃO TOMO REMEDIO, O TUMOR REGREDIU, OUTRAS SEQUELAS FORAM SARADAS, 50 REAIS É MUITO?AS PESSOAS NÃO SABEM DAR VALOR A VIDA, MAIS GASTAM 50 REAIS NO SALÃO, NA ROUPA, NA VAIDADE E QUEREM QUE O CENTRO PAGUE TUDO?QUAL O PREÇO DA VIDA 50 REAIS, A MINHA NÃO TEM PREÇO E DEVO A MINHA VIDA A CADA DE D. INÁCIO.

11/5/10 14:42  
Blogger raph disse...

É claro que no contexto do depoimento acima, que é aparentemente bastante sincero, 50 reais não são nada...

É por isso que é sempre muito complicado julgar esse tipo de prática.

Todos têm o direito de ser céticos, é verdade, mas terão o direito de julgá-lo "charalatão" somente porque cobra "os tais 50 reais"?

Acredito que cada caso é um caso, cada julgamento um julgamento - por isso o melhor a fazer é, se for o caso, ir até lá ver o que ocorre, pessoalmente, e se formos julgar e criticar, pelo menos o faremos com maior embasamento.

Só para deixar claro: independente de tudo, ainda acho que ele deveria parar com as cirurgias de corte físico - até mesmo porque o próprio João de Deus afirma que são desnecessárias (servem apenas como uma espécie de "efeito placebo" para aqueles que só creem caso se sintam "operados fisicamente")...

Abs
raph

11/5/10 15:51  
Anonymous Anônimo disse...

muitas pessoas pedem o corte, porque só acreditam assim, o médium não sugere o corte, é minimo essa cirurgia em relação a invisível que faz o mesmo efeito, eu só uma e na maca, apaguei na hora, sem remédio nenhum e só durmo com tarja preta e mais algum, apaguei , só levantei quando me chamaram , fiz o repouso de 24hs, e meu tumor parou de crescer e começou a reduzir, ou melhor morreu, acabou, está perdendo a força, mais tudo tem que ser devagar, abadiãnia, esse hospital espiritual, é fantástico, se não curar quem está no fundo do poço, ele não engana, mais a espiritualidade e a paz, já é muito válido.
D.Inácio de loyola-Para quem a acredita nenhuma palavra precisa, para quem não acredita nenhuma palavra basta.A proposta da Casa de D. Inácio é o AMOR E QUE DEUS É UM SÓ, Lá tem evangelicos, budistas,católicos, sant-dime, e todos são iguais, e a força da fé e a presença de DEUS é muito lindo, existem médiuns, mais realmente como Sr.João nunca vi,
e olha que nesses anos já fui em centro e nenhum conseguiu o que eles me deram a vida. Digo que para falar de Abadiãnia, do médium tem que conhecer .

12/5/10 19:42  
Blogger raph disse...

Que bom que conseguiu encontrar sua via espiritual a tempo, pois há muitos que passam a vida sem encontrá-la.

Sugiro que continue na prática espiritual - que nada tem a ver com "seguir uma doutrina ou igreja em específico". Vá aonda se sinta bem, e dedique umas horas da semana a ela, que no mínimo acredito que irá conseguir dormir de forma mais natural...

Abs
raph

13/5/10 10:02  
Anonymous agrimensor. disse...

Estive na cidade de Tres Coroas e apos dirigir por estrada carroçavel cheguei ao local onde João de Deus faz suas " Curas ". Submeti-me ao que é exigido para curar-me de dores nos joelhos e após gastar R$ 50,00 em cápsulas e mais R$ 24,00 em água mineral da Schincariol que no local dizem ser fluidificada para a cura, continuo com as dores. A mim parece-me um engodo, ele não cobra nada mas localiza-se em lugar de sua propriedade o que obriga a consumo do que ali é oferecido por não ter outra opção. A fora uma sopa que é ofertada gratuitamente por que tambem é recebida gratuitamente dos colonos e colaboradores o restante tudo é cobrado.

21/8/10 00:48  
Anonymous Anônimo disse...

Estive recentemente na Casa Dom Inacio em Abadiania e no meu ponto de vista, entendo que faz total sentido cobrar os remédios prescritos pelas entidades, visto que a casa Dom Inacio tem os seus custos e precisa se manter para continuar operando dentro do seu proposito, que é ajudar a todas as pessoas que se dispoe a visitar a casa.

Os monitores explicam que a Casa Dom Inacio tem como fonte de renda para cobrir seus custos principalmente as doações/contribuições, a venda dos remédios (que seguem algumas determinações do orgão fiscalizador por força de legislaçao), a venda dos livros/cristais e a lanchonete.

Quem já foi lá percebeu que é um espaço relativamente grande e que deve ter um custo razoável mensal, o centro não tem como se sustentar se não cobrar alguma quantia pelos remédios, livros, etc...é importante ainda lembrar que os remédios não são cobrados para as pessoas que não tem recursos (pelo menos os monitores da casa mencionaram isso mais de uma vez).

Estive apenas um dia lá e senti uma energia muito positiva no local, me senti muito bem e saí em paz. Comprei os remédios prescritos de passiflora e pretendo voltar.

Acho que as pessoas que não conhecem a casa deveriam visitar o local antes de tirar conclusões precipitadas.

14/4/13 22:03  
Blogger raph disse...

"é importante ainda lembrar que os remédios não são cobrados para as pessoas que não tem recursos (pelo menos os monitores da casa mencionaram isso mais de uma vez)"

Nesse caso você traz uma informação vital que contradiz o que foi dito no comentário imediatamente anterior... De fato, há muitos que vão lá que tem boas condições financeiras (muitos vem de fora do país, etc), mas se eles não cobram pelos remédios para as pessoas sem condições, então não vejo realmente muito problema.

Eu tenho aqui apenas analisado as informações que as pessoas trazem nos comentários. O ideal é ir lá pessoalmente para julgar por si mesmo, afinal não posso garantir que todos aqui estejam dizendo a verdade (mas espero que estejam, e na verdade parecem comentários bem sinceros no geral).

Abs
raph

15/4/13 10:15  
Blogger Ana Flávia disse...

Acabei de voltar de lá e acho que os preços praticados lá são voltados para os gringos que frequentam o local. Frequento casas espiritualistas há mais de 10 anos, todas muito simples, com eterna campanha de arrecadação de donativos para expandir o espaço, com livraria e cantina vendendo artigos a preços módicos para sustentar as obras da casa, inclusive, de assistência a famílias carentes. João de Deus não me chamou atenção, pareceu um medium qualquer emanando coisas boas para todos e guiado por médicos espirituais autorizados a curarem quem tem merecimento. Não gostei da sopa, mas lembrei que na colônia espiritual Nosso Lar, ela também é servida e como refeição principal. O fato da água fluidificada ser vendida no centro de João de Deus é algo realmente curioso, uma vez que em outras casas espiritualistas, você pode levar sua própria água para fluidificar. Quanto à energia do local, qualquer lugar silencioso e com paisagem bonita, onde todos vestem branco e vibram amor é considerado um lugar energeticamente elevado. Um retiro espiritual pode ser feito todas as noites em sua própria casa, uma vez por semana, durante o Evangelho no Lar. A casa de João de Deus é um ambiente apropriado para se tratar grandes obsessões, mas você mesmo pode começar um trabalho de elevar seu padrão vibratório para que não atraia mais obsessores. Acho que vale a pena conhecer para formar sua própria convicção. Afinal, cada experiência espiritual, filosófica, antropológica e astrológica é única.

30/5/13 13:09  
Anonymous Anônimo disse...

Passei quatro dias lá. Voltarei daqui há dois meses para revisão.
É um tratamento. Se dou inicio tenho que ir até o final. se não p q iniciar...
Lá dá de tudo q é tipo de gente.
Mas no geral TODOS estão em busca de espiritualidade.
Como a casa já tem 50 anos tudo já está otimizado. Por isso parece tudo comercial. Mas se não fosse assim seria impossivel atender a todos.
Cobram tudo. Preços abaixo do mercado. Devem cobrir somente os custos. Cobram dois reais a água? Bom, seria impossivel doar. Não preciso levar, chamo isso de organização.
Qdo tiver mais p contar, escreverei

20/1/14 22:22  
Blogger raph disse...

Obrigado, este tipo de relato é importante pois me parece ser desatrelado dos dogmas espiritualistas (João é santo!) ou céticos (João é charlatão!)...

Abs
raph

21/1/14 10:48  
Blogger Unknown disse...

VC está totalmente errado,pois eles foram remedios para quem.não tem.dinheiro, e para manter aquele luar abençoado precisa de.dinheiro não acha?

14/1/16 21:09  

Postar um comentário

Toda reflexão é bem-vinda:

‹ Voltar a Home

Related Posts with Thumbnails